• Rodolfo Oliveira

NÃO trate os outros como você gostaria de ser tratado

Todos já escutaram a frase “Trate os outros como você gostaria de ser tratado”. E eu quero te falar que isso é um grande erro! Pois é…

O que acontece é que as pessoas são diferentes umas das outras e você não pode presumir que o modo como você gosta de ser tratado funciona com outra pessoa. Basta lembrar da nossa infância quando os nossos pais diziam assim: “Eu criei essas crianças do mesmo jeito e um é tão diferente do outro. Aonde foi que eu errei?”. E a resposta está justamente aí: em ter criado da mesma forma. Isso se chama PERFIL COMPORTAMENTAL.

Esse tipo de consciência já existe nas grandes empresas, que usam as mais variadas ferramentas para entender qual o perfil dos funcionários, o que os motiva, como tomam decisões e quais seus valores básicos. É importante ressaltar que essas ferramentas não medem caráter ou se alguém está mentindo, por exemplo. Uma das mais famosas é o DISC (em inglês quer dizer: D = dominante, I = influente, S = estável e C = Conforme). Para cada uma dessas classificações existem comunicações diferentes.

D - é o fator do controle e da assertividade, indica como você lida com adversidades e desafios. Se motiva pelo desafio e poder. Sua comunicação é direta e objetiva;

I - É o fator da comunicação e sociabilidade. Indica como você lida com pessoas e as influencia. Seu motivador é o reconhecimento social. Sua comunicação é informal e pessoal;

S - É o fator do equilíbrio, empatia e lealdade. Indica como você lida com mudanças e estabelece seu ritmo. Seu motivador é a segurança. Sua comunicação é suave e empática;

C - É o fator de estrutura, do detalhe e do fato. Indica como você lida com regras e procedimentos. Seu motivador é estar de acordo com as regras e com altos padrões. Sua comunicação é formal e específica.

É preciso sabermos que temos todas as 4 características acima. Porém, o que define o nosso perfil é a predominância de alguma delas. Então é necessário saber a característica predominante das pessoas que mais influenciam a nossa vida pessoal e profissional e, com ética, usarmos o modo de comunicação mais eficaz para obtermos melhores resultados.

Qual o seu perfil? E o perfil do seu cliente? Como você tem se comunicado? Quais resultados a sua comunicação tem gerado?

Quer saber mais? Fale comigo. Abraços.


6 visualizações
 

©2019 by Rodolfo Oliveira